Minicurso 19 Dialogando no Serviço Social com mulheres negras intelectuais negras sobre interseccionalidade: Akotirene, Gonzalez e Hooks

Sessão única: 17 de dezembro

Autores

  • Jussara de Cássia Soares Lopes (UFOP) Federal University of Ouro Preto
  • Barbara Terezinha Sepúlveda (UFRJ) Federal University of Rio de Janeiro
  • Isis Silva Roza (UFMG) Federal University of Minas Gerais - UFMG

Palavras-chave:

Intelectuais Negras, Interseccionalidade, Serviço Social

Resumo

Nas últimas décadas, identificamos um aumento expressivo de produções em torno da interseccionalidade de raça, gênero e classe. Este é um debate necessário e urgente no Serviço Social, tendo em vista a forma como a organização do capitalismo é pautada e sustentada a partir desta tríade. Construir uma prática profissional antirracista e antissexista no cotidiano do Assistente Social passa, necessariamente, por uma leitura crítica da realidade social, que tenha raça, gênero e classe como dimensões estruturantes e centrais na formação sócio-histórica brasileira, e no capitalismo como um todo. A partir desta assertiva, e compreendendo a interseccionalidade das opressões de classe, gênero e raça numa perspectiva de totalidade, buscaremos trazer algumas reflexões capazes de contribuir para a formação e intervenção profissional no Serviço Social.

Neste sentido, o minicurso objetiva traçar diálogos entre as produções de mulheres intelectuais negras em torno da interseccionalidade e o Serviço Social. Privilegiaremos a produção de três autoras, quais sejam, Carla Akotirene, Lélia Gonzalez e Bell hooks. Compreendemos que as autoras em destaque trazem reflexões que são capazes, tanto de nos explicitar uma leitura crítica do conceito de interseccionalidade, quanto pensar como raça, gênero e classe se articulam, de forma intrínseca e harmônica, de forma a garantir a estruturação e manutenção do capitalismo. Tal compreensão nos permitirá pensar, de forma coletiva e dialogada, quais são as interações possíveis com o Serviço Social.

PRINCIPAIS TÓPICOS DO CURSO

- Intelectuais negras

- Interseccionalidade: raça, gênero e classe

- Diálogos entre a interseccionalidade e o Serviço Social

METODOLOGIA DE ENSINO

Indicação de textos para estudo e discussão;

Preparação de áudio-aulas expositivas (podcasts) apresentando e analisando as autoras e textos indicados;

Promoção de discussões e interações via webconferência;

Desenvolvimento de atividades e dinâmicas no ambiente virtual, baseadas em leituras e discussões.

BIBLIOGRAFIA DE REFERÊNCIA

AKOTIRENE, Carla. O que é interseccionalidade? São Paulo: Editora Letramento, 2018.
ASSIS, Jussara. Interseccionalidade, racismo institucional e direitos humanos: compreensões à violência obstétrica. In: Revista Serviço Social e Sociedade n. 133, São Paulo, 2018, p. 547-565.
GONZALEZ, Lélia. Racismo e sexismo na cultura brasileira. Revista Ciências Sociais Hoje. Anpocs, 1984, p.223-244.
_______. A categoria político-cultural de amefricanidade. Tempo Brasileiro. Rio de Janeiro, Nº 92/93, jan./jun., 1988, p.69-82.
HOOKS, Bell. Olhares Negros: raça e representação. São Paulo: Editora Elefante, 2019.

 

INSCRIÇÕES CONFIRMADAS

Ana Clara Gomes Picolli
Aline Jaemi Simão
Ana Júlia Milani Santos
Ana Laura Monico Brandão Campoó
Andressa Clívia Santos Soares
Anna Paula Vieira Lima do Carmo
Anna Paula Vieira Lima do Carmo
Aparecida do Carmo Miranda Campos
Bruna Carolina Silva dos Reis
Camila Ubal Muniz
Elaine Sant Antonio
Gabriella Alves Brasil
Glauber Franco de Oliveira
Graziele Reginaldo da Costa
Helena Pontes dos Santos
Heloisa Helena Carvalho Fonseca
Iris Milene Albrs Montezano
Jhenifer Caroline de Amorim Lucas
Josiane da Silva Quintana Alves
Laís Costa Lima
Laíza Baptista de Carvalho
Larissa Fieschi Aragão Pereira
Letícia Batista da Silva
Lohrayne França Couto
Luana Luna Teixeira
Lucinéia Rodrigues
Luma Isabel Paixao Oliveira
Maíra Carrera Silva
Maria Aparecida Miranda
Mariana Monteiro Vieira
Marinalva da Silva Nascimento
Mércia Maria Alves da Silva
Nadyne Auxiliadora Paes Ferreira
Natalia Sayuri Lourenço Takimoto
Nathália de Freitas Silva
Priscila Tiano Gonçalves Dantas
Renata Souza Gonçalves
Rita de Cassia Corrêa da Silva
Rita Lopes Oliveira da Silva
Sabrina Neves de Menezes
Sara Matos do Nascimento
Suellen Ferreira Guariento
Thaís Tononi Batista
Thamires Costa Meirelles dos Santos
Verena Machado Elioterio
Zilda Figueiredo Borges

Biografia do Autor

Jussara de Cássia Soares Lopes (UFOP), Federal University of Ouro Preto

Assistente social, mestra em Serviço Social pela Pontíficia Universidade Católica do Rio de Janeiro - PUC/Rio, docente e pesquisadora do Departamento de Serviço Social da Universidade Federal de Ouro Preto – DESSO/UFOP, integrante do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas – NEABI/UFOP. Pesquisadora principalmente dos seguintes temas: Formação social brasileira, relações étnico-raciais, gênero e feminismos.

Barbara Terezinha Sepúlveda (UFRJ), Federal University of Rio de Janeiro

Assistente social, mestra em Desenvolvimento Social pela Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES, doutoranda em Serviço Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ, professora do curso de Serviço Social da UNIMONTES. Pesquisadora principalmente dos seguintes temas: Relações étnico-raciais, genero, democracia e participação política.

Isis Silva Roza (UFMG), Federal University of Minas Gerais - UFMG

Assistente social, mestra em Serviço Social pela Universidade Federal de Juíz de Fora - UFJF, doutoranda em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG, docente e pesquisadora do Departamento de Serviço Social da Universidade Federal de Ouro Preto – DESSO/UFOP, integrante do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas – NEABI/UFOP. Pesquisadora principalmente dos seguintes temas: Intelectuais negras/os e NEABs, relações étnico-raciais e prática profissional em Serviço Social.

Publicado

2021-03-05

Lista

Seção

Minicurso